Um sonho realizado em Fernando de Noronha

Fernando de Noronha sempre foi um sonho de consumo! Eu ficava babando nas fotos em redes sociais mas nunca tinha tido a oportunidade de conhecer a Ilha. Cheguei lá na tarde do dia 10, e mesmo chovendo já deu para ver, pela janela do avião, que o lugar é realmente diferente. Assim que você chega é precisa fazer um check-in na ilha e pagar as taxas. Como eu já havia feito tudo previamente pela internet não precisei enfrentar fila.

Existem transfers que te levam para o hotel de graça, mas antes eles te levam para um lugar onde oferecem seus serviços, e isso pode demorar mais do que o desejado. O serviço de táxi também funciona legal, se você preferir quiser agilizar as coisas. Custa em média uns 25 reais para te levar até as pousadas, valendo destacar que tudo em Fernando de Noronha é relativamente perto. No meu caso, como fui a trabalho, precisava de mais agilidade para conhecer a maior quantidade de pontos possíveis da Ilha e, por isso, optamos por alugar um Bugre. O que acabou se mostrando ótimo, já que eles são ideais para andar nas trilhas e também se você tiver pressa, como foi meu caso.

Como eu disse aqui em cima, cheguei num dia chuvoso mas já sai dirigindo assim mesmo, na chuva. Em pouco tempo comecei a entender o local e começou a fazer sentido o que todos os blogs diziam sobre o que levar e usar na Ilha. Eu peguei chuva e sol várias vezes em um mesmo dia e é fato que você vai se molhar e também vai ter que pisar na lama das trilhas. Mas isso faz parte, a melhor coisa a se fazer é esquecer o luxo e se conectar logo com a magia do lugar.

Eu e os noivos Leilane e Marcos ficamos em um Hostel chamado Casa Swell, que fica bem perto do Centro. Na minha opinião a vantagem de ficar em Hostel são as incontáveis experiências trocadas e dicas de outros viajantes que podem fazer toda a diferença. Soma muito!

No dia seguinte já começamos os trabalhos. Meu primeiro contato foi com o Forte de Santo Antônio e a Capela de São Pedro (a igrejinha dos pescadores). Saímos bem cedo e fomos recebidos por um gatinho dócil chamado Sardinha, que fez até pose para fotos. Logo depois, ainda aproveitando a luz da manhã, fiquei encantado com Mirante do Sancho e a Baía dos Porcos, que tem uma visão privilegiada do Morro dois Irmãos, uns dos mais conhecidos cartões postais de Noronha. Terminamos o dia na Cacimba do Padre, já que começou a chover novamente e não tivemos o tão esperado pôr do sol. A noite no Centro tem varias opções de restaurantes muito bons, se come muito bem por lá.

No dia seguinte o casal havia programado um passeio de barco para tentar nadar com os tubarões. 😓 Confesso que fiquei com um pouco de medo mas passou rápido, logo depois do primeiro mergulho, quando fui recebido por um Tubarão-limão e uma Arraia. Parece que eles estão ali só para nossas imagens ficarem ainda mais perfeitas, a conexão natureza e homem é fantástica nesse lugar. Resta a nós respeitarmos e cuidarmos para que tudo continue assim. No mesmo dia conseguimos visitar Praia do Sueste e a Praia do Leão, ótimo lugar para o mergulho. O tempo abriu e conseguimos aquele pôr do sol maravilhoso de Noronha. Depois de um dia de fotos incrível com um casal top, assistimos esse espetáculo direto de uma jacuzzi natural. 💙

Dicas

✅ Aproveite muito e faça valer a pena cada minuto! Tente não gastar muito com hospedagem, você vai conseguir curtir tudo de qualquer forma. Use roupa leve, capriche no protetor solar e repelente. Compre bebida no mercado (você vai me entender quando estiver lá). À noite sempre tem algum show de reggae ou forró. Se informe, pois vale a pena. Não esqueça de levar os itens de higiene pessoal, etc. É possível fazer a maioria dos passeios sozinho, são poucos os que necessitam de um guia.

⚠ Para visitar a ilha é necessário pagar a Taxa de Preservação Ambiental, que é cobrada de acordo com os dias de permanência na Ilha. E para ter acesso a algumas partes da Ilha é necessário pagar uma outra taxa. Se informe, pois tudo tem um preço elevado. Eles até brincam com a situação dos preços usando uma moeda fictícia (Noronhas), podendo assim exibir valores mais baixos do que realmente são. rs

1